De Ushuaia ao Cape Horn: Crucero Australis

Acabo de chegar em casa. São 21:31h, ainda é possível ver o sol se pondo aqui na orla de Ushuaia. O sol se vai, mas deixa seu poder de luz no céu, iluminando as montanhas que cercam a cidade. Estes últimos dias que se passaram (hoje é terça-feira) foram bem diferentes, pois ainda estou em um desequilíbrio interno que me faz cambalear e achar que ainda estou dentro de um barco. Que viagem!

DSC_0051DSC_0028      DSC_0054   DSC_0027      DSC_0018

Ontem, dia 20/10/14, estava eu desembarcando do Porto em Ushuaia, após passar 3 dias navegando pelas águas que formam o Canal de Beagle e toda a Terra do Fogo, a impressão que eu tenho é a de que realmente este lugar é um tesouro no planeta. Em nenhuma outra região é possível observar tanta beleza e imponência, ao navegar pelas águas tranquilas do Canal, formado pelo encontro do Oceano Atlântico com o Pacífico. Nos deparamos aqui com uma geografia única, resultado da ação das grandes geleiras que cobriam esta Terra e que hoje é composta por majestosas montanhas cobertas pelo que restou dos glaciares milenares, uma terra rica em flora e fauna. Magia pura.

DSC_0310

É navegando por essas águas que chegamos ao extremo sul do continente americano, desembarcando na última ilha do arquipélago pertencente ao Chile, a ilha de Hornos, conhecendo assim o mítico Cabo Hornos ou Cape Horn. A maioria das montanhas e glaciares que encontramos aqui fazem parte da gigantesca Cordilheira Darwin, batizada com o nome do famoso cientifico que desvendou os mistérios dessa terra perdida. Aqui também se encontra o Parque Nacional Alberto de Agostini, conhecido por abrigar os lindos glaciares que compõem a região.

DSC_0125     DSC_0113

DSC_0337

Ao retornar pelo Canal de Murray, após dois dias intensos, paramos na Bahía Wulaia, na face oeste da Ilha Navarino. Aqui nos emocionamos com a mística que envolve nosso espírito ao conhecer a história dos indígenas Yámanas que povoavam estas terras, mas que foram dizimadas pelo homem moderno. Ainda é possível sentir o ar e a poesia. Emoção de verdade.

DSC_0065     DSC_0327

Mas como eu fui parar nesse cruzeiro?

Vou deixar esse tema para um segundo post, até para poder facilitar algumas imagens captadas ao longo deste cruzeiro. Todo esse material é fruto de uma viagem a bordo do Via Autralis, um cruzeiro de da e volta de três dias (Ushuaia – Ushuaia) pertencente a frota de cruzeiros Australis. No link do TripAdvisor ou na página da empresa é possível buscar mais informa}oes a respeito de um cruzeiro como este. Uma conquista que obtive nesse meio sentir, meio ser, meio viver, trabalhando com a equipe do Ushuaia Extremo Travels.

DSC_0348

Se eu puder ajudá-lo com alguma informação sobre esta expedição, não duvide em entrar em contato. Tenho a mente ainda viva em imagens e sensações da viagem, podendo ajudar em qualquer coisa a viabilizar uma conquista do gênero.

DSC_0072

“Nunca se esqueça de agradecer ao todo. Somos ele, somos parte dele.”

Namastê

Ushuaia, 21/10/2014 .:. Cape Horn, Bahia Wulaya e Tierra Del Fuego

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s